Transformando para curar-se

 

A substância do pensamento, do sentimento, dos átomos, das moléculas, dos órgãos, do cérebro é a mesma. É tudo informação. A frequência, vibração, oscilações, ressonâncias é que são diferentes. Existe um elo de ligação entre esses aspectos sutis de nossa consciência – que fazem morada nas profundezas de nosso inconsciente – e a saúde. É nesse processo de transformação que devemos focar para alcançar a cura. 

A transformação das formas de conduzir o pensamento, dando nova significação e percepção aos contextos, modifica os circuitos cerebrais criando novas conexões modificando o comportamento, modificando as ações. Possuímos inúmeras possibilidades de conexões. Novos circuitos podem ser formados em nossa rede de células cerebrais capazes de reformular uma nova percepção e memória. Responder ou reagir em um nível de consciência diferente e superior ao que gerou o problema. Transcender, dar um salto de compreensão e significado do contexto. É possível então haver modificação do campo mórfico. Quando nos modificamos e acessamos esse campo com nossa transformação, percebendo, vivendo e nos comportando de maneira diferente, modificamos esse campo. A comunicação entre o campo sutil e o nível físico é uma dupla via. A mesma via que leva também traz a modificação.

Para que haja uma mudança no estado vibracional precisamos empreender um certo esforço e disciplina. Buscar novos conceitos adquirindo mais conhecimento e melhorando a qualidade do mesmo, ajuda nos caminhos e na orientação. Manter-se em estado de atenção, observando-se ao longo do dia, estando em estado de presença. Primar por uma alimentação mais saudável, eliminar hábitos nocivos à saúde, eliminar relacionamentos negativos que sugam nossa energia, a prática de exercícios físicos e meditativos, tudo isso contribui para uma elevação no nível vibracional.

Em seu estado natural na terceira dimensão a matéria está sujeita à lei da entropia, ou seja, a autodesorganizar-se e vulnerável à ação do tempo e espaço. Para que ela se mantenha viva e organizada necessita da presença de uma informação criativa que a determine.  A matéria ressoa a força e energia de vida do seu dono. Vibrar uma nova ideia criativa com uma emoção positiva e amorosa acaba por precipitar uma nova vida mais saudável e feliz. Uma nova ideia criativa é uma nova informação presente no campo mórfico. É uma nova possibilidade. São inúmeras as nossas possibilidades.

Não existe matéria sem que haja uma informação que a mantenha. Modificar a informação é modificar a matéria.  

Desta forma a decodificação biológica sistêmica se propõe a trabalhar a informação presente no campo informacional, causa raiz de doenças. Através do processo buscamos o trauma congelado no tempo, a compreensão da dinâmica e dos sentimentos envolvidos a fim de trabalhar profundamente para modificar a informação deste campo e criar uma nova resposta, agora com um nível de consciência mais elevado, eliminando a necessidade do corpo em se adaptar e apresentar mudanças como sintomas e alterações de comportamento. 

Todos os direitos reservados © 2019 - Criado por La Monica Design