Bom trânsito para nós!

Marks Pintija

marks@cfcmax.com.br

Simulador, aulas noturnas e ACC

 

Desde o último dia 16 de setembro estão valendo em todo o país três novas regras para quem está fazendo um processo de habilitação, sendo para a primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação), para as adições de categoria (B – automóveis e A – duas ou três rodas) e também para os que estão se reabilitando.

O assunto simulador é o que mais vem recebendo comentários nas mídias sociais nos últimos meses. Esse equipamento, que é utilizado de forma obrigatória na formação dos condutores desde dezembro de 2014, passou agora a ser oferecido apenas de forma opcional. Na prática, o que ocorreu é que das 25 aulas que eram exigidas (cinco no simulador e 20 na via pública com automóvel), agora são apenas 20 aulas, sendo que destas, cinco podem ser, opcionalmente, num simulador.

Outra alteração importante é que a quantidade de aulas noturnas caiu de quatro para apenas uma aula. Essa exigência é prevista em lei específica que exige o treinamento neste horário com menor iluminação e não pode deixar de existir sem que ocorra nova votação no Congresso Nacional.

E a última mudança, que trata da obtenção da ACC – autorização para conduzir ciclomotores, uma espécie de CNH para veículos menores que as motos –, permite que até o dia 30 de setembro de 2020 os interessados possam fazer apenas os exames previstos na lei, sem que tenham que fazer aulas teóricas e práticas. O candidato faz o cadastro junto ao Detran, realiza os exames médico e psicotécnico, o exame teórico e faz a avaliação em um ciclomotor (até 50 cilindradas). Com a aprovação, a CNH é emitida com as mesmas especificações e validade das demais categorias.

Todos os direitos reservados © 2019 - Criado por La Monica Design